Economia com a Previdência deve ser menor do que a prevista

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Em entrevista ao Diário do Nordeste na segunda-feira (15), o Consultor Célio Fernando da BFA afirma que a reforma traria sim certo impacto nas contas da administração estadual. Entretanto, como o Governo do Ceará já implantou seu próprio regime, a redução de gastos não deverá ser tão grande quanto o Ministério da Economia prevê, caso os estados sejam incluídos no texto da reforma. Estima-se que essa redução com a aposentadoria de funcionários públicos seja cerca de 33% menor do que previsões feitas pela equipe de Paulo Guedes.
A previsão inicial do Ministério da Economia era de R$ 9 bilhões. Contudo, a expectativa é que o Ceará ganhe uma economia de R$6 bilhões ao longo do período de transição dos modelos previdenciários se a reforma tratasse do sistema dos estados. O Governo do Estado já aplicou algumas das condições previstas na reforma e que poderiam gerar impacto econômico maior nas contas públicas, segundo explicou o economista.
De acordo com o economista, o Ceará já alterou a alíquota de contribuição dos servidores para os 14% propostos pelo Governo Federal no regime geral.
“A reforma teria impacto, claro. Você teria a idade mínima de aposentadoria elevada e ela teria uma repercussão de pessoas pagando por mais tempo, e isso é uma economia para os estados. Mas a contribuição dos servidores no Ceará já é de 14%, então isso já reduziria a previsão de economia em relação ao que o Governo Federal anunciou”, disse Célio. “Os R$ 9 bilhões previstos, caso o Senado decida incluir os estados, cairiam para R$ 6 bilhões”, concluiu.
Ainda segundo Célio Fernando, a ascensão da idade mínima para servidores também não deverá gerar a economia prevista pelo Governo Federal em razão de que os servidores do Ceará se aposentam com uma idade considerada acima da média.

Recebe nossa Newsletter

Informe seu email no campo abaixo e fique por dentro de todas as novidades da BFA.

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up

Junte-se a Nós

Venha trabalhar conosco!